Nosso website utiliza cookies para tornar a sua visita mais eficiente. Sem eles algumas áreas como menus, blocos ou slideshows não poderão ser exibidas.

Motorista será indenizado pela cidade de Heilbronn

HeilbronnJohannes Krist está finalmente satisfeito. Durante um ano, o motorista de 48 anos tem brigado com a cidade de Heilbronn por danos causados em seu Audi A5 conversível, que ao passar  por um buraco, teve um pneu avariado. O tribunal distrital local deu razão ao motorista. O município teria falhado em seu dever de manter a segurança do tráfego na estrada. A cidade deve pagar em torno de 300 Euros ao reclamante.

"Não é pelo dinheiro, mas pelo princípio", disse Krist pouco antes da sentença. "A cidade está investindo, por exemplo, na expansão do metrô, mas para a construção de estradas eles não têm mais nada. Se meu acidente tivesse acontecido a um motociclista..." Krist nem quer imaginar o resultado.

O acidente aconteceu há cerca de um ano. O jurista Johannes Krist estava a caminho de casa, voltando de uma viagem romântica no Lago de Constância (Bodensee) - com pedido de casamento à sua namorada incluído. Pouco antes da chegada ao destino sentiu um "impacto brutal": seu carro "caiu" em uma cratera no asfalto: 1,20 metros de comprimento, 70 centímetros de largura, 12 centímetros de profundidade. Um pneu quebrou, os danos totalizaram cerca de 670 Euros. Krist contratou um advogado. Seu raciocínio: a cidade deve garantir que as estradas sejam seguras para dirigir.

A cidade manteve-se contrária à reclamação. As ruas seriam vistoriadas regularmente, pelo menos a cada duas semanas. A estrada em questão fôra verificada 13 dias antes do acidente. Um porta-voz da cidade de Heilbronn recebeu o veredicto com uma mistura de sentimentos: "A cidade não é a única culpada", disse ele. Apesar de o tribunal ter ordenado  uma monitorização mais frequente da estrada, o custo do dano será dividido: O motorista também teria que prestar atenção à estrada.

O "caso da cratera" pode tornar-se um precedente. Especialistas não esperavam que Krist teria chance de receber uma indenização. Por exemplo, Gerhard Mauch, membro do Conselho da Cidade, teria dito: "motoristas não têm o direito de exigir que buracos sejam tapados de um dia para o outro".

 

Fonte: Spiegel Online


 

 

You have no rights to post comments

Top