Nosso website utiliza cookies para tornar a sua visita mais eficiente. Sem eles algumas áreas como menus, blocos ou slideshows não poderão ser exibidas.

Edson Cordeiro: o talento brasileiro que encanta a Alemanha

Edson CordeiroEdson Cordeiro é o fenômeno versátil, considerado pela imprensa européia como a 8ª maravilha do mundo. Ele é casado, tem 47 anos e vive em Berlin, na Alemanha, há oito anos. 

Nasceu em Santo André, São Paulo, no dia 9 de fevereiro de 1967. Começou a cantar aos 6 anos, quando passou a fazer parte do coro de uma igreja evangélica chamado "Cordeirinhos do Senhor" até os 16 anos. Filho de um mecânico e de uma bordadeira, fez teatro infantil e, em 1983, participou da ópera-rock Amapola, de Miguel Briamonte, que mais tarde seria diretor musical de seus discos. Em 1988 foi ator e cantor na terceira montagem brasileira da ópera-rock Hair! (Gerome Ragni, James Rado e Galt McDermot), dirigida por Antônio Abujamra.

[message_box type="info" close="no"]

Alemanha + Brasil 2013/2014Em parceria com a página Brasileiros-na-Alemanha.com, a Temporada Alemanha+Brasil publicará uma série de entrevistas de brasileiros que trazem consigo grandes histórias sobre a vida na Alemanha.

►Curta a página da Temporada e confira toda quinta-feira uma de nossas entrevistas fresquinha na Fanpage: https://www.facebook.com/alemanha.e.brasil

Nosso primeiro personagem é o contratenor Edson Cordeiro, que vive em Berlim.
[/message_box]

No ano seguinte, atuou na montagem de 'O doente imaginário', de Molière (Jean-Baptiste Poquelin, 1622-1673), dirigida por Cacá Rosset. Com essa peça, viajou pela Europa, EUA, México e América Central. Seu primeiro show solo aconteceu em agosto de 1990, na Mistura Up do Rio de Janeiro. O sucesso foi imediato, e ele passou a ser disputado por várias gravadoras. Suas distinções são o timbre vocal de contratenor (voz masculina aguda, com o mesmo alcance do soprano feminino - no caso dele, sopranista) e o repertório eclético, que inclui ópera, bossa nova, pop e jazz.

O seu último trabalho lançado no Brasil, que inclusive foi indicado ao Grammy Latino de 2006, na categoria de melhor música clássica, foi o Contratenor (2005), pela Paulus.

Desde a década de 90 Edson conquistou seu espaço no mercado europeu, isso após ter firmado seu talento no Brasil. Desde abril de 2007 o cantor, radicado na Alemanha, excursiona pela Europa intercalando dois formatos de shows.

Em 2012, com seus projetos "My Collection", "Lounge Disco" (com o Trio alemão” Klazz Brothers”) e "Samba Deluxe", ele continuará com sua excepcional história de sucesso, cantando em teatros com ingressos esgotados sobre tudo com suas apresentações excitantes e inspiradas por todo o mundo, no estilo Edson Cordeiro, é claro!


Edson Cordeiro
Além de todo o seu carisma, Edson Cordeiro também é muito simpático e tem um grande carinho por seus fãs. Em entrevista exclusiva para o Brasileiros-na-Alemanha ele fala um pouco sobre temas que são comuns a todos nós, brasileiros que vivem aqui na "terra de Goethe".

BNA: Por que Alemanha?

EDSON CORDEIRO: Em 1994 fiz minha primeira turnê pela Alemanha e foi amor à primeira vista.

BNA: Você já falava alemão quando chegou ao país? Como foi o aprendizado do idioma?

EDSON CORDEIRO: Cantava em alemão, o que facilitou aprender a língua.

BNA: Nós ouvimos sempre muitos clichês sobre os brasileiros. Como você lida com esses clichês? Já passou por situações onde o fato de ser brasileiro lhe trouxe algum tipo de problema ou necessidade de desmitificar algum clichê?

EDSON CORDEIRO: Sempre ouvi muitos clichês sobre os alemães também. Alguns já se quebraram. Creio que é recíproco.

BNA: Muitos brasileiros que vivem na Alemanha sentem-se frequentemente confrontados com a comparação entre viver no Brasil ou na Alemanha. Em uma entrevista ao colunista brasileiro Bruno Astuto, você disse que só vai ao Brasil por causa de seus fãs. Por quê?

EDSON CORDEIRO: Fãs, família e amigos me levam de volta ao Brasil. Porque o melhor do Brasil é o brasileiro.


Edson Cordeiro

BNA: Como é o seu dia-a-dia em Berlim?

EDSON CORDEIRO: Ensaios e aeroporto. Quando não, 'Hauptbahnhof' direto para Lübeck, aonde mora meu marido.

BNA: Morar na Alemanha influenciou o seu trabalho?

EDSON CORDEIRO: Definitivamente. Morar na Alemanha me fez conhecer melhor a música que fala do sentimento alemão. E essa música está no meu show.

BNA: Como o Brasil pode ser identificado em sua obra após tantos anos vivendo na Alemanha.

EDSON CORDEIRO: Quando canto Schubert ou Bach, será sempre um brasileiro cantando. Nunca tento "não ser brasileiro": É impossível. Trago na minha voz e no meu jeito de ser, o Brasil e com muito orgulho. Não sei exatamente identificar. Mas quem está ao meu redor, o faz.

BNA: Você voltaria a viver no Brasil?

EDSON CORDEIRO: Me acostumei com o jeito de viver alemão. Amo viver aqui. Segurança é fundamental.

BNA: E as comidas brasileiras? Tem alguma que não pode faltar em sua casa?

EDSON CORDEIRO: Não. Como de tudo, adoro novos sabores e cozinho com os ingredientes que tenho disponível. Mas é claro que quando estou no Brasil, é um paraíso para o paladar.

BNA: Quais as coisas que você mais gosta na Alemanha? E as que você teve dificuldade para se adaptar?

EDSON CORDEIRO: Adoro o sentimento de segurança. Dificuldades, só no começo, com o clima. Agora já me acostumei.

BNA: Você curte futebol? Tem um palpite para a final a Copa do Mundo?

EDSON CORDEIRO: Não curto futebol. Nenhum palpite.

BNA: "Car_men Elektrica" é o seu novo trabalho. Ele está disponível para o público brasileiro?

EDSON CORDEIRO: Sim, Car_Men está disponivel no mundo inteiro por download.

 



Fontes:
- edsoncordeiro.com.br
- Canal Oficial Edson Cordeiro no YouTube
- Fanpage Edson Cordeiro no Facebook
- @edscordeiro no Twitter

iTunes:

http://bit.ly/EdsonCordeiro_iTunes

Fotos:
- Divulgação, edsoncordeiro.com.br

Entrevista concedida a Lia Alves para o Brasileiros-na-Alemanha.com, em março de 2014

 

 

 

Comentários  

0 #2 Marley Bertsch 03-12-2014 10:43
Não somente me lembro do Edson Cordeiro como acho Maravilhoso o Brasil ser transmitido de uma outra maneira para o Mundo. Onde infelizmente muitos só conhece o nosso País atraves do Futebol , Samba e das Mulheres antigamentes com mais curvas hj gorduras treinadas que viram Musculos. ....(Spaß)
Reportar ao administrador
0 #1 Wanda Lucia 14-10-2014 05:50
Edson, como fico feliz em saber q vc está bem, e cantando cada vez melhor. Nunca vou me esquecer de um show seu q assisti ha muitos anos no teatro João Caetano no Rio. Q espetáculo!!!! Amo vc.
Reportar ao administrador

You have no rights to post comments

Top