Nosso website utiliza cookies para tornar a sua visita mais eficiente. Sem eles algumas áreas como menus, blocos ou slideshows não poderão ser exibidas.

Perfil BnA: Celso Kobashi

Apesar da deficiência física que dificulta sua locomoção, ele considera ter mais limitações do que dificuldades propriamente ditas: na verdade, acho que não sou nenhum modelo das dificuldades que um deficiente encontra, porque saio de casas poucas vezes, e nunca à pé. Também nunca andei de ônibus ou metrô. Penso que eu tenho mais limitações do que dificuldades propriamente ditas e explico: eu sempre saio de casa de carro, com meus pais, meus amigos ou de táxi. Então, sempre tenho ajuda, né? E continua: As principais dificuldades que eu poderia citar são as "clássicas": calçadas e ruas esburacadas, locais sem elevadores e escadas sem corrimão (isso eu acho que seria o mínimo). Mas a gente supera com ajuda e solidariedade, que, na imensa maioria das vezes, não falta.

Múltiplas personalidades
Celso3
Foto: Andrea Y, Verena e Celso

Celso é conhecido por seu bom-humor, carinho pelos amigos e... seus personagens. Na verdade eles foram aparecendo aos poucos e participam de vez em quando de nossas discussões. Ele esclarece:

Bem, eu e a minha amiga Verena temos oito personas cada. A gente resolveu ter uma persona pra cada "função" das nossas coisas em comum... A maioria delas foi inventada por nós mesmo - geralmente, eu inventei as dela; ela as minhas. Vou falar só das que já foram citadas no Verdinho, ok?

Celsinho - é porque nos tratamos assim. Eu a chamo de Vereninha e ela me chama de Celsinho. Normal, né?

(Mosqueteiro) Beda - é o codinome alemão do Celso. Surgiu porque uma amiga em comum que mora na Alemanha sentenciou que os alemães não conseguiriam falar meu nome. Daí instituiu um "concurso", do qual participaram ela e a Verena. Elas escolheram "Peter", só que adaptado a pronúncia ao fränggisch (Fränkisch*), daí Beda. O lance do "Mosqueteiro" foi uma bobeira que eu inventei, pois somos 3 amigos com nomes alemães - Andrea, Beda, e Verena -, daí 3 mosqueteiros, e também pra diferenciar a Mosqueteira Verena das outras personas da Verena (ver a seguir).

Copeiro Celso - Em 2005, eu e a Verena estávamos num congresso de Lingüística em São Carlos (interior de SP). Num dos intervalos do congresso, a gente tava conversando com uns amigos e ela contou que ela nunca contrata ninguém pra arrumar a casa, pois detesta que mexam nas coisas dela, na organização que ela fez. Ela disse que deixa as coisas lá e daí vem a "Faxineira Verena" e faz a limpeza. Daí, eu pensei: se tem a "Faxineira Verena", tem também o "Copeiro Celso". E foi assim. Não sei cozinhar nada e nem fazer serviços de copa. Podia ser qualquer outra profissão. Inclusive, na primeira vez que nos encontramos, a Deya nos disse que não devia ser copeiro, e sim "Porteiro Celso", mas deixei o copeiro mesmo.

Mago Celso - A Deya citou ele algumas vezes lá no Verdinho. Quando eu estava nos primeiros anos do mestrado, a Verena me dava muitos conselhos sobre como são as coisas na pós-graduação. Além disso, ela gosta muito e acredita em esoterismo, signos, etc. Então, eu disse que além da Vereninha, existia também a "Madame Verena", que dá conselhos, faz previsões, etc. Então, todas as coisas e coincidências boas que aconteciam com a gente eram atribuídas ao fato da "Madame Verena estar trabalhando". Um dia (diretamente de Colonia!), a Vereninha me disse que estavam acontecendo tantas coisas legais que certamente a "Madame" não tava trabalhando sozinha. Daí ela sugeriu que  havia também o "Mago Celso", um especialista em poções.

Meliante Beda (não confundir com o Beda, hein? hahaha!) - tenho um carinho especial por este, pois ele só existe por causa do Verdinho! Estávamos na comuna do Verdinho no Orkut, num tópico de reclamações que acabou virando tópico sobre pizza. Lá pelas tantas, a Ute estava explicando a um participante da discussão do que se tratava a conversa ali e se referiu ao "sr. Celso, vulgo Beda non Pan". Daí, eu disse que "Vulgo" é um termo da linguagem policial pra se referir ao apelido de um bandido - assim: "Luis F. da Costa, vulgo Fernandinho Beira-Mar". Se era o vulgo Beda, então era o "Meliante Beda". Em resumo, ganhei essa persona de presente da 'Gurua'.

Por que Alemanha?

No momento, a Alemanha está bastante ligada a mim por causa dos amigos que eu tenho aí. Minha ligação com o país começou de fato em 2004, quando a minha amiga Verena passou dez meses em Colônia cumprindo a Bolsa de Doutorado Sanduiche. Conversávamos diariamente sobre os acontecimentos e progressos acadêmicos, as curiosidades do país, as alegrias e problemas do cotidiano. Conhecer o Verdinho no ano seguinte foi o complemento perfeito para que meus laços virtuais com a Alemanha se mantivessem. Se algum dia eu for à Alemanha como turista, espero que as minhas impressões sobre o país se confirmem, ou seja: espero encontrar uma mistura entre a preservação histórica e a modernidade, explica ele.

Estar presente na vida dos amigos, mesmo fisicamente distante pode trazer momentos engraçados. Em relação à Alemanha, um fato pitoresco foram as minhas ligações telefônicas... Liguei pra Verena umas três ou quatro vezes (detalhe: eu nunca havia ligado pra ela quando ela estava em São Paulo). Além de ter de administrar o 'delay' que há entre os falantes, numa das vezes, eu tive de falar em inglês, que eu não sei, mas eu me virei bem, conta.

CelsoA assinatura no forum

Em nosso fórum de discussões muitos usuários deixam uma espécie de "assinatura" em seus "posts": um texto bem curto, uma frase, uma pequena imagem. Essas assinaturas podem ser mudadas sempre que o usuário desejar. Nos chamou a atenção a assinatura do Celso, que há muito tempo é a mesma: “Estou apaixonado, apaixonado estou / pela dona do primeiro andar / pela dona do primeiro andar” (“A Dona do Primeiro Andar”, Os Originais do Samba). Muitos se perguntam qual seria a explicação para ela. Estaria o Celso apaixonado por sua vizinha, que mora no primeiro andar?

Não. Isso é uma piada comigo mesmo. Quando eu era pequeno, eu ouvi muito essa música e, na época, eu não entendia o duplo sentido proposital que há na letra... Eu achava que eles estavam dizendo exatamente o que eu estava ouvindo (o "pela dona do 1o. andar"). Segundo o meu pai, eu me acabava de rir com essa besteira, ele esclarece.
Celso por Celso

Sou como o meu primeiro post no Verdinho: uma pessoa alegre, que gosta de ajudar os outros. Eu não seria quem sou se não fosse minha família e meus amigos.

 

pingpongPing pong com Celso Kobashi

Perfume: não uso.
Homem bonito: podemos passar essa? (risos) 
Mulher bonita: a lista é grande... ah, vai: Maria Sharapova.
Quem você levaria para um ilha deserta? Minha família e meus amigos.
Quem você deixaria numa ilha deserta? A lista seria grande... criminosos, alguns(??) políticos, enfim, gente que faz mal aos outros.  
Escritor(a): Manuel Bandeira, Vinicius de Moraes, Machado de Assis.
Cantor(a): Paul McCartney, Renaro Russo e muitos outros (as).
Música: gosto de vários estilos, sobretudo rock, pop e MPB.
Livro de cabeceira: no momento, só livros de lingüística.
O que você está lendo ou qual foi a ultima coisa que você leu? Estou lendo livros de lingüística.

Alemão por um brasileiro: passo!
Alemanha por você: o convívio entre a preservação histórica e a modernidade.
Sul ou Norte? Sul.
Viagem dos sonhos: Gostaria de conhecer a Alemanha, sim, principalmente por causa de tantos amigos que tenho aí. Iria por causa deles.
Cidade(s) preferida(s): as da Francônia - rsrsrs...
O que mais gosta: família, amigos, futebol, música, lingüística.
O que mais detesta: notícias ruins do cotidiano, derrotas do Palmeiras.
Comida preferida: feijoada.
Bebida: coca-cola.
O que te relaxa: jogos do Palmeiras (na maioria das vezes).
O que te estressa: jogos do Palmeiras (na minoria das vezes...).
Eu jamais faria: não sei.
Eu adoro fazer: estar com a família e encontrar meus amigos, conversar, ajudar, ouvir/ver jogos de futebol, ouvir música, pesquisa acadêmica.
Se você não vivesse no Brasil, onde você viveria? Na Alemanha, na Francônia; na Europa, em Liverpool.

Um sonho:
ir como turista pra Alemanha e conhecer minhas amigas do Verdinho.

 

Estádio Nurnberg

Foto: Estádio Franken-Stadion, em Nuremberg. Fonte: UOL

 

 

 

Celso por BNAs
Depois de conhecer um pouco mais Celso Kobashi, deixe aqui sua homenagem para ele! Escreva um e-mail para nosso Portal e sua frase aparecerá em algumas horas .

 

• Bom, o que falar do Celso... Eu simplesmente adoro ele! Acho seus comentários super divertidos e espontâneos. Ele é um fofo e super carinhoso com todos aqui do site. E o detalhe: a gente nem se conhece pessoalmente!!! Fico me perguntando como posso gostar de uma pessoa que não conheço. Mas que bom que tem internet para possibilitar encontros deste tipo. Virtuais ou não. Celsinho, te desejo muitas felicidades e tudo de bom hoje e sempre. Um abração enorme e espero algum dia a sua visita. (Carolina Moraes - Berlin, Alemanha)

 

• Falar sobre o Celso é difícil. É difícil porque tem tantas coisas a dizer. Não o conheço pessoalmente, apesar de ser meu vizinho, mas ele é uma 'figura'!! Sempre presente, amigo e super divertido. Suas personalidades não me deixam mentir. É o tipo da pessoa que adoramos ter por perto. (Tatiani Loro - São Bernardo do Campo/SP, Brasil)
• Tenho o orgulho e a honra de conhecer o Celso pessoalmente e de ser o "fotógrafo oficial" das imagens que aparecem nessa reportagem. O Celso é um grande amigo, de um humor refinado, um pesquisador de mão cheia, um leitor crítico sem ser cricri e um exemplo de força de vontade que nos inspira só de pensar. No nosso dialeto pseudo-caipira-arcaico-popular "a gente gostemo muitcho do Cerso pruquê ele vevi nos adevertino deveras". (José Simões - São Paulo, Brasil)
Oi Beda, sabe que nao consigo te chamar de Celso? Bem, adorei saber sobre a tua vida de lingüista. Eu também gosto desta área. Sabe, quando li a tua entrevista e sobre teus personagens, lembrei-me dos "Heteronimos" de Fernando Pessoa. Eu gostava do Caieiro, hehehe... Gostaria de dizer que tu és muito gentil, carinhoso, receptivo... Sempre procuras nos ajudar, obrigada! (Maria - Stromberg, Alemanha)

 

O Celso, ou Celsinho, como prefiro chamá-lo, é autêntico, amigo, divertido (pessoalmente também!), inspirado etc etc etc.
Conheço essa agora celebridade desde 2002, na USP e desde então nossa amizade só foi crescendo. (...) Fiquei muito feliz com a publicação deste perfil, mais que merecido e espero que todos tenham a honra de conhecê-lo pessoalmente, aqui ou na Alemanha. Sobre as personas: sim, elas existem, cada uma na sua hora certa, com sua devida função. (...) Abraços a todos e perdoem minha ausência e silêncio, quebrado agora.
(Verena Kewitz - São Paulo, Brasil)

(Para ler na íntegra este belo e emocionado depoimento, clique AQUI ).

 

• As meninas já disseram tudo acima, mas eu quero repetir: o Celsim é um fofo, super engraçado, tá sempre presente, nos dá uma atenção incrível, está sempre atualizado. É muito legal conhecer alguém, mesmo que não seja pessoalmente, que nos faça sentir tão bem. Um beijo grande pra você Celsinho. (Danielle Brandina - Düsseldorf, Alemanha)

 

Interessante o que a internet pode fazer: aproxima pessoas que não se conhecem pessoalmente, mas que se ajudam, que se preocupam umas com as outras e que muitas vezes estão mais "perto" que os amigos "não-virtuais", de muitos anos. Essa mágica traz pessoas como o Celso para perto de nós, brasileiros espalhados por toda a Alemanha e Brasil. Com seu carisma e simpatia ele ganha a cada dia mais amizades e muito carinho. (Lia A. - Stuttgart, Alemanha)

 

O Celsinho é realmente uma figura! Ou seriam várias?! Bom, o que importa é que ele está sempre presente para complementar, informar, acrescentar no nosso fórum. Dono de um humor bastante refinado, atencioso, só tem um pequeno defeito, é Palmeirense! Mas como ninguém é perfeito a gente gosta dele mesmo assim! Brincadeiras à parte, gostaria de dizer que admiro muito a tua amizade. (Stella - Essen, Alemanha)

 

Um por todos e todos por um! (Alexandre Dumas/pai, autor de "Os tres Mosqueteiros"). Frase famosa que descreve bem os personagens do Celsinho: amigos, unidos, fraternidade, aventura (virtual no meu caso). O mais perigoso (creio eu) é o Meliante Beda que trabalha com o resto e vai, devagarinho, sem que ninguém perceba, conquistando em cada um de nós um espaço especial que chamamos de amizade. Um beijo enorme, repleto de carinho, ao amigo (ainda virtual) Beda non Pan ou Celsinho. (Ute Ritter - Bonn, Alemanha)

 

Cérsu, que legal! Fiquei contente em te rever, ainda mais pela neta. Gentem, não só o Cérsu, mas a família deli é muuuito legal tamém. Intão, saudade! Tô com aqueles pepinos para resorvê, mais tá tudo ino. Tô mió, purque minha saúde miorô. Beijus i beijus, Inté. (Yumi - Brasil)

 

Desde que entrei no forum percebi que o Celso era muito querido dos amigos do Verdinho. Fui conhecê-lo quando brincamos de caipirês num tópico de dúvidas de Português. Foi muito engraçado!! Desde aí ele se tornou também pra mim uma pessoa muito querida. Admiro muito o Celso, é uma pessoa super inteligente e bem-humorada. Fico feliz de ver o perfil dele por aqui, afinal, mais presente que ele por aqui nao tem!! Parabéns pelo perfil! (Laura S. - Dortmund, Alemanha)

 

Falar do Celsinho é difícil, pois não o conheço pessoalmente. Agora imaginar o Celsinho não é tão difícil assim... (risos). O Celso nos transmite energia positiva sempre, tem sempre uma palavra bonita para nos dizer e nos fazer rir também. O que tenho a dizer do Celsinho é que eu o ADOROOOOO de coração. Celso adorei a matéria sobre você. (Maria Lúcia Leandro - Frankfurt, Alemanha)

 

Desde que entrei no Verdinho o Celso pareceu uma pessoa super querida por todos... e realmente é. Está todos os dias no Verdinho e, além nos ajudar muito, nos diverte também :) ... Fora q é torcedor do Palmeiras (pontos positivos! hehehe). É bom podermos conhecer você um pouquinho mais. E prepare "O Roteiro" quando vieres para a Alemanha!! Beijinhossss. (Sissa - Neu-Isenburg, Alemanha)

 

Ai, que responsabilidade falar do Celsinho! O Beda é um amigo, por enquanto virtual, que eu admiro muito!!! Sempre tem uma palavra amiga e carinhosa comigo e principalmente com minha filhota, é um fofo! Além de inteligente, bem humorado, carismático, gente boa... enfim, são mil as qualidades!!! Celsinho, muitassss felicidades sempre para vc, muito sucesso, te admiro e adoro muito!!!! Espero muito um dia podermos nos conhecer pessoalmente! Um beijo hiper-mega carinhoso!! (Aléxia S. - Erlangen, Alemanha)

 

Você é tudo de bããããão! Uma pessoa querida, atenciosa, inteligente e que ficarei muito contente em conhecer pessoalmente. Mil beijins da Bunitinha. (Andréa B. - Berlin, Alemanha)

 

 


Texto: Lia A.

Fotos: José Simões, gentilmente cedidas por Celso Kobashi (Foto Verena e Andrea: autorizada por Verena Kewitz e Andrea Y. para exibição neste perfil).
Foto do Estádio Fanken-Stadion: UOL
Copyright: http://www.brasileiros-na-alemanha.com/portal/ - Este texto só poderá ser reproduzido ou traduzido (completo ou em parte) com autorização do site Brasileiros-na-alemanha.com. A reprodução só será autorizada através de contato com o site e se forem DADOS OS DEVIDOS CRÉDITOS AO SITE E À AUTORA.

A divulgação DO LINK para este artigo está liberada.

 

You have no rights to post comments

Top