Nosso website utiliza cookies para tornar a sua visita mais eficiente e dar-lhe mais usabilidade. Eles são necessários para uma melhor funcionalidade do site e sem eles algumas áreas como menus, blocos ou slideshows não poderão ser exibidas.

On Screen Facebook Popup by BNA

Acompanhe e comente nossos temas diários no Facebook!
Curta, compartilhe, PARTICIPE!

Close

  1. Alemanha
  2. Entrevistas
  3. Trabalho Estudos Burocracia

Carina Dittrich: uma cidadã do mundo

 Carina Dittrich

Carina Dittrich mora na Alemanha, mas é preciso sempre dar uma conferida em seu "mapa mundi" virtual pra saber onde ela realmente está no momento. É que ela é uma cidadã do mundo e transformou sua paixão por viagens em ofício, abandonando até mesmo sua profissão inicial.

Carina é bem conhecida pela comunidade brasileira na Alemanha. Quem a conhece pessoalmente não lhe poupa elogios. É formada em Odontologia, nasceu em Joinville, tem 38 anos e agora trabalha em sua própria empresa, como Assessora de Viagens. Mora em Frankfurt am Main há 12 anos, é casada e ainda não tem filhos.

Em entrevista ao nosso site, ela fala sobre sua paixão por viagens, sobre seu trabalho e sobre a vida na Alemanha.

Alemanha + Brasil 2013/2014Em parceria com a página Brasileiros-na-Alemanha.com, a Temporada Alemanha+Brasil publicará uma série de entrevistas de brasileiros que trazem consigo grandes histórias sobre a vida na Alemanha.

►Curta a página da Temporada e confira toda quinta-feira uma de nossas entrevistas fresquinha na Fanpage: https://www.facebook.com/alemanha.e.brasil

Esta semana vamos conhecer Carina Dittrich, que vive em Frankfurt há 12 anos.

BNA: Por que Alemanha?

CARINA DITTRICH: Alemanha foi uma casualidade na nossa vida, meu marido fazia doutorado patrocinado por uma empresa nos EUA, que comprou uma empresa na Alemanha e contratou ele para fazer transferência de tecnologia. A gente veio e ficou.
 
BNA: Você já sabia falar alemão quando se mudou para cá?

CARINA DITTRICH: Não, fiz umas aulas particulares antes de vir, mas quem estuda o idioma sabe que não adianta muita coisa.
 
BNA: O que você pensava sobre a Alemanha antes de morar aqui?

Carina Dittrich

CARINA DITTRICH: Alemanha era um país que não me chamava atenção, eu nunca tinha imaginado nem vir passear aqui... Sempre sonhava com outros lugares, mas nunca com a Alemanha, apesar de toda minha família ser de origem alemã. Era um país distante de mim, eu não me interessava muito, por isto nem lembro o que eu pensava a respeito do país e dos habitantes.
 
BNA: Você decidiu não trabalhar em sua profissão na Alemanha e agora trabalha na área de turismo. Por quê?

CARINA DITTRICH: Quando eu vim, era para ficar somente um ano, que se transformou em mais um, e mais um... Então, no começo, eu achava que seria só uma fase e não valia a pena ir atrás de validação, fazer cursos e etc. Eu achava que iria voltar pro Brasil, retomar meu consultório e ter minha vida exatamente como deixei. E o tempo foi passando, os anos foram se somando e eu me distanciando da Odontologia, até que ela deixou de ter um significado para mim.

E porque seria por pouco tempo, me dediquei a viajar e conhecer tudo ao meu redor, já que daqui é muito mais fácil e acessível. Depois de tanto viajar, descobri que eu poderia ajudar os outros a viajar melhor, e surgiu minha nova paixão: dar assessoria e montar roteiros de viagens.
 
BNA: O que significa para você viajar para outros países?

CARINA DITTRICH: Cada viagem é como uma porta ou janela que vai se abrindo e iluminando o ambiente. Eu me vejo dentro de uma sala, e a cada nova viagem, esta janela aberta ilumina ainda mais minha vida, trazendo luz, conhecimento, sensações, sentimentos... É muito sentimento, muito intenso descobrir que existem diversas formas de felicidade, de credos, de culturas e que o certo ou errado pode variar dependendo do meio de onde se está. Viajar, mais do que conhecer outras culturas, é se conhecer, ou reconhecer o quão pequeno e o quão grande se é.
 
BNA: Pergunta frequente de seus amigos e conhecidos: “onde está a Carina?” Isto nos deixa curiosos: quanto tempo em média você passa na Alemanha?

CARINA DITTRICH: (Risos) Nem passo tanto tempo fora assim!! Ou será que passo? Agora fiquei curiosa também... Mas eu diria que uns 9 meses do ano eu fico na Alemanha sim (acho!!).
 
BNA: Quantos países você já visitou e quanto tempo, em média, você passou em cada um?

CARINA DITTRICH: Esta pergunta eu posso responder porque baixei um 'app' dias atrás que conta quantos por cento do mundo se conhece (chama-se Been App), e contei os países,  deu 49 (19% do mundo, ô delícia de mundão grande!), mas já tenho agendadas algumas viagens e este ano deve dar 53 ou 54 países conhecidos. A média em cada um depende muito, os países aqui perto são fáceis de ir e voltar diversas vezes, os mais distantes, costumamos a fazer férias de 3 semanas.
 
BNA: Você costuma voltar nos países que já visitou? Em quantos deles você passou uma só vez e em qual deles ficou por menos tempo?

CARINA DITTRICH: Costumamos voltar sim, principalmente nos países que nos agradam e nos quais sentimos afinidade. A África é um continente que temos um carinho muito especial e nos últimos anos temos sempre retornado para lá, mas cada vez conhecendo novos países. Vários países estivemos uma vez só, mas a grande maioria retornamos várias vezes, mas não é nada premeditado, a oportunidade surge e retornamos.
 
BNA: Em que país você prometeu a si mesma que não volta nunca mais, porque você não gostou ou viveu alguma experiência muito negativa?

CARINA DITTRICH: Não tem nenhum país que eu não retornaria, mas o único que não me agradou a ponto de me empolgar a retornar foi a Venezuela. Uma pena ver que um governo pode destruir até as belezas naturais...
 
BNA: E qual o país que ganhou seu coração e que você sempre pensa em voltar?

CARINA DITTRICH: Amo Karpathos, uma ilha grega, e nos encantamos com a África do Sul.


Carina Dittrich 

BNA: Tem alguma experiência divertida, engraçada ou até mesmo ridícula e que até hoje te faz rir?

CARINA DITTRICH: Na Tailândia, todos nos advertiam que os taxistas falavam muito mal inglês, mas encontramos um rapaz novo, que falava alguma coisa. Contratamos ele para fazer um tour e visitar uns lugares nos arredores de Bangkok, entre elas uma ponte ("Bridge") era uma atração de lá, e ele fez um preço muito barato. Eu estranhei, sabia que custava mais, e meu marido escreveu num papel os nomes das atrações, fez um mapinha, e perguntou se era mesmo até a “bridge”. Ele repetia: Bridge, bridge. Ok, no dia seguinte fomos para a primeira visita. Tudo certo, mas ao ir para a tal ponte eu vi que ele estava indo pra direção sul, e eu sabia que ficava ao norte. Comecei a falar para nossos amigos que não podia estar certo, e eles diziam que ele deveria conhecer um atalho, ou que eu podia estar enganada, já que nunca tinha estado ali, e tal... mas eu continue intrigada. Até que enfim chegamos, e paramos numa "BEACH" (praia)! Ou seja, ele entendeu "beach" ao invés de "bridge", e como não lê inglês, só entende sons, não tinha entendido nada do que queríamos.

E assim, depois de muita risada e de calças compridas, nos entregamos às cadeiras de praia e desfrutamos do nosso dia à beira mar, em Hua Hin, acreditando que o motorista  devia pensar no quão loucos éramos nós, pra querer ir pra praia de calça e tênis.

 
BNA: Algum momento em que desconhecer a cultura te colocou em situação delicada?

CARINA DITTRICH: Sempre antes de viajar eu leio bastante sobre a cultura e tradições, por isto sempre me preparo antes para o que é aceitável ou não em cada lugar, e não me lembro de ter passado por nenhuma situação delicada neste aspecto.
 
BNA: Você já correu risco de morte ou sofreu algum acidente mais grave em alguma de suas viagens?

CARINA DITTRICH: "Toc, toc, toc". Ainda não, que continue assim.
 
BNA: E no Brasil? Quantas cidades você já visitou?

CARINA DITTRICH: O Brasil é meu calcanhar de Aquiles... conheço muito pouco fora do eixo sul-sudeste.
 
BNA: Trabalhar e estudar na Alemanha: Você acredita que os alemães reconhecem com facilidade o trabalho ou os estudos de um brasileiro na Alemanha?

CARINA DITTRICH: Não. Se você quer ter seu trabalho reconhecido, vai ter de trabalhar o dobro que eles para mostrar serviço e para reconhecerem o seu valor. Mas depois de muito suar, e conquistar seu espaço, o respeito é para sempre.
 
BNA: Sua paixão por viagens te levou a trabalhar com turismo. Como é trabalhar ajudando a planejar uma viagem, algo que muitas pessoas às vezes sonham o ano inteiro e depositam grande expectativa?

CARINA DITTRICH: É uma delícia, já que viagem é sempre sinônimo de prazer, as pessoas quando lidam comigo estão sempre abertas, felizes e cheias de boas expectativas. Só recebo vibrações positivas.
 
BNA: Mudar de profissão é algo muito pessoal, você acredita que haja um tempo-limite para uma mudança deste tipo na vida?

CARINA DITTRICH: Acredito que não, e a vida é cheia de opções, devemos sempre procurar o que nos faz feliz.

Carina Dittrich 

BNA: Você criou a Senzatia e faz roteiros personalizados para seus clientes. É o trabalho com sua agência que determina seu próximo destino ou é o contrário? Você oferece roteiros pelos lugares onde você já esteve?

CARINA DITTRICH: Um pouco de cada um... já retornei a cidades para “reavivar” minha memória, e já fui pra cidades que achei que precisava conhecer para poder escrever sobre elas.
 
BNA: Seu marido te acompanha em todas as viagens?

CARINA DITTRICH: Na maioria das vezes, sim. Mas eu adoro fazer viagens de 3 dias sozinha para determinadas cidades, assim posso ver tudo que me interessa, no meu ritmo. Viajar sozinha faz muito bem, ajuda a gente a se descobrir.
 
BNA: O seu lazer é viajar ou você faz outras coisas para relaxar?

CARINA DITTRICH: Adoro viajar, mas ficar em casa, também é uma delícia. Adoro ler, navegar na internet, encontrar minhas amigas...
 
BNA: Agora que você trabalha fazendo roteiros de viagem, até onde “viajar” é lazer e até onde tornou-se trabalho?

CARINA DITTRICH: O trabalho ainda não domina minhas viagens, quando vou para um lugar, visito o que eu tenho vontade, mas claro que volto com a mala cheia de mapas e informações.

 
BNA: E a Alemanha? O que você mais gosta por aqui?

CARINA DITTRICH: A Alemanha é linda, tem muitos monumentos interessantes, cultura e tradição. Eu, particularmente, adoro Berlim, acho lindo o Vale do Reno, do Mosel, a Rota Romântica, Bodensee... Se for listar tudo aqui, vai ficar grande! O país tem muita coisa linda, e a visão dos Alpes me encanta cada vez que vou pro sul... Eu adoro fazer roteiros pela Alemanha, e me empenho ao máximo quando o cliente se interessa por conhecer o país melhor, adoro mostrar o país que me acolheu, e tão cheio de diversidade.
 
BNA: Entre Alemanha e Brasil: qual desses países você vê como “lá em casa” ou “voltar pra casa”?

CARINA DITTRICH: Sinto-me em casa nos dois países e, muitas vezes, em nenhum deles. Já tive épocas de estar com o coração mais num ou no outro. E tem épocas que sinto que não tenho mais lugar que posso chamar de casa completamente, é um sentimento conflitante, e que muitos que moram fora relatam ter. É interessante.

 


 

Fontes:
- senzatia.com
- www.viajoteca.com
- Fanpage da Carina Dittrich no Facebook

Fotos:
- Carina Dittrich, arquivo pessoal.

Entrevista concedida a Lia Alves para o Brasileiros-na-Alemanha.com, em março de 2014

Comentários  

0 #8 Nicole 16-10-2014 12:33
Adorei a entrevista! E a Carina é um amor, tive o prazer de conhecê-la esse fim de semana em Barcelona! :)
Reportar ao administrador
0 #7 Rita Branco 16-10-2014 12:23
Que delícia ler esta entrevista há poucos dias de estar pessoalmente com a Carina! Ela é uma pessoa incrível e com conversas adoráveis! Parabéns pela entrevista às duas, entrevistada e entrevistadora!
Reportar ao administrador
0 #6 Paulo Muller 12-08-2014 19:22
Gostaria muito de me comunicar com parentes que ficaram na alemanha quando meu avô Eugenio Muller veio para o Brasil
Reportar ao administrador
+1 #5 Lia lia 22-05-2014 14:59
Citando Mariabr:
Parabéns Carina pelo esforço e sucesso!
E para Lia por nos proporcionar leituras edificantes..
Beijinnnn

Brigadinha pelo carinho, Maria! ;-)
Reportar ao administrador
+1 #4 Eraldo Antonio Kowal 19-05-2014 23:25
Acredito Carina que ao trocar a Odontologia pelo turismo você foi premiada, que Deus te ilumine, parabéns e sucesso.
Reportar ao administrador
+1 #3 Elizabeth Balvedi 17-05-2014 21:27
Só reforçou nossa admiração por vc! Que orgulho sermos parentes de uma pessoa tão iluminada!
Reportar ao administrador
+1 #2 Marilda 17-05-2014 20:40
Carina é isso aí, uma viajante do mundo. Entrevista agradável, pessoa cativante. Parabéns, menina.
Reportar ao administrador
+1 #1 Mariabr 17-05-2014 19:36
Parabéns Carina pelo esforço e sucesso!
E para Lia por nos proporcionar leituras edificantes..
Beijinnnn
Reportar ao administrador

You have no rights to post comments

Variados...

10 melhores parques temáticos...

21 Agosto 2016
10 melhores parques temáticos na Alemanha - LEGOLAND

Para fechar com 'chave de ouro' nosso 'top 10' de parques te...

10 melhores parques temáticos...

21 Agosto 2016
10 melhores parques temáticos na Alemanha - BELANTIS

Uma viagem através dos mitos e aventuras é o que promete o p...

10 melhores parques temáticos...

21 Agosto 2016
10 melhores parques temáticos na Alemanha - HANSA PARK

Um grande parque temático à beira do mar Báltico é o Hansa-P...

10 melhores parques temáticos...

21 Agosto 2016
10 melhores parques temáticos na Alemanha - SERENGETI PARK

Para os fãs da vida selvagem o parque ideal é o Serengeti Pa...

10 melhores parques temáticos...

21 Agosto 2016
10 melhores parques temáticos na Alemanha - HEIDE PARK

Na Baixa Saxônia ainda há um destaque para os viciados em ad...

10 melhores parques temáticos...

21 Agosto 2016
10 melhores parques temáticos na Alemanha - MOVIE PARK GERMANY

Na Alemanha também existe um parque temático cujo assunto gi...

10 melhores parques temáticos...

21 Agosto 2016
10 melhores parques temáticos na Alemanha - PHANTASIALAND

Mais ao norte do país pode-se encontrar um toque de África,...

10 melhores parques temáticos...

21 Agosto 2016
10 melhores parques temáticos na Alemanha - HOLIDAY PARK

No estado da Renânia-Palatinado também existe um parque temá...

10 melhores parques temáticos...

21 Agosto 2016
10 melhores parques temáticos na Alemanha - TRIPSDRILL

No estado de Baden-Württemberg, sul da Alemanha, fica o parq...

10 melhores parques temáticos...

21 Agosto 2016
10 melhores parques temáticos na Alemanha - EUROPA PARK

O maior parque de lazer na Alemanha está localizado no sul d...

[VIDEO] ATUALIZADO: Episódios...

14 Janeiro 2016
[VIDEO] ATUALIZADO: Episódios do "Frauentausch" com participantes brasileiras

[Artigo atualizado em 15.1.2016]Episódio 444 (novo) - quinta...

1963: o ano em que o Lago de C...

12 Janeiro 2016
1963: o ano em que o Lago de Constança congelou completamente

O Lago de Constança está localizado em uma das regiões mais...

Guten Rutsch, Viel Glück und F...

31 Dezembro 2015
Guten Rutsch, Viel Glück und Frohes Neues Jahr: Os símbolos de sorte na Alemanha

Você já ganhou, presenteou ou viu em lojas de presentes aqu...

Mapa com mais de 850 Mercados...

25 Novembro 2015
Mapa com mais de 850 Mercados de Natal na Alemanha

Os Weihnachtsmärkte (Mercados de Natal) são uma tradição nat...

O Natal na caixa de sapatos...

02 Novembro 2015
O Natal na caixa de sapatos...

Como tudo começou... Você conhece a campanha "Weihnachten im...

Oktoberfest: O que diz o laço...

27 Setembro 2015
Oktoberfest: O que diz o laço do Dirndl?

O tradicional vestido utilizado na Oktoberfest e outras fes...

Oktoberfest: "O'zapft is!...

21 Setembro 2015
Oktoberfest: "O'zapft is!"  O zap... quê???

Logo após um pequeno passeio de carruagem, onde os anfitriõ...

Onde tem mais empregos na Alem...

30 Julho 2015
Onde tem mais empregos na Alemanha?

 Cerca de 523 mil novos empregos foram criados em julho [201...

Sou estrangeiro, quero trabalh...

22 Julho 2015
Sou estrangeiro, quero trabalhar na Alemanha

Eu sou estrangeiro e gostaria de trabalhar na Alemanha. Qua...

Novo passaporte brasileiro ser...

14 Julho 2015
Novo passaporte brasileiro será lançado no exterior

O Ministério das Relações Exteriores publicou em sua fanpag...

Um hobby com infinitas possibi...

06 Julho 2015
Um hobby com infinitas possibilidades

Sou Regiane Silveira, formada em administração de empresas...

Reborn: os bebês de silicone q...

28 Abril 2015
Reborn: os bebês de silicone que parecem reais

Olá, eu sou a Sueli Cottone e faço bebês "Reborn". São bone...

Patchwork Moderno

23 Abril 2015
Patchwork Moderno

Patchwork Moderno? Quase sempre, quando falo que faço Patch...

10 brasileiros de sucesso na A...

30 Maio 2014
10 brasileiros de sucesso na Alemanha

Existem muitos brasileiros de sucesso na Alemanha. Evidentem...

Olaf Dammann: um coração divid...

20 Maio 2014
Olaf Dammann: um coração dividido entre Brasil e Alemanha

Vamos conhecer mais um alemão que curte muito o Brasil e é...

Determinação e persistência: p...

13 Maio 2014
Determinação e persistência: palavras-chave para atingir um objetivo

Marina Wagner é psicóloga e especialista em "Desenvolviment...

Aline Celi leva moda com suste...

06 Maio 2014
Aline Celi leva moda com sustentabilidade à Berlin Fashion Week

Foto: Micaela Schäfer, Aline Celi e modelo na Berlin Fashio...

Um alemão apaixonado pelo Bras...

28 Abril 2014
Um alemão apaixonado pelo Brasil

Um jovem alemão vem conquistando muitos brasileiros, tanto n...

Monitor Formigão movimenta Ham...

24 Abril 2014
Monitor Formigão movimenta Hamburgo na ginga da Capoeira

Diego Vinicius Goulart é um capoeirista que fala de seu trab...

Carina Dittrich: uma cidadã do...

07 Abril 2014
Carina Dittrich: uma cidadã do mundo

Carina Dittrich mora na Alemanha, mas é preciso sempre dar...

Edson Cordeiro: o talento bras...

07 Abril 2014
Edson Cordeiro: o talento brasileiro que encanta a Alemanha

Edson Cordeiro é o fenômeno versátil, considerado pela impre...

Personalidade: Ubirajara Fidal...

22 Abril 2010
Personalidade: Ubirajara Fidalgo

A abolição da escravidão, apesar de garantir a liberdade, nã...