Nosso website utiliza cookies para tornar a sua visita mais eficiente. Sem eles algumas áreas como menus, blocos ou slideshows não poderão ser exibidas.

Vamos acabar com o melhor amigo?

Temos a mania de classificar tudo, sentimentos tem que ser explicados, pessoas tem que ser rotuladas e ter um status em nossa vida: parentes, amigos, conhecidos, colegas, enfim, sempre seguido de adjetivos, que acabam nos levando às definições, fazendo-nos recorrer, muitas vezes, às comparações, que podem ser desagradáveis, pois sempre que comparamos pessoas corremos o risco de magoar alguém e, nesse caso, seria uma pessoa certamente muito querida.

Podemos pensar simplesmente que é inadequado classificar AMIGOS. O que existe na verdade são pessoas com diferentes personalidades e qualidades: tem aquele bom pra farrear, outro mais adequado para ouvir nossos problemas, aquele mais carente e sensível, outro mais dinâmico, motivador e até aquele de cujos escrúpulos às vezes discordamos, mas que nem por isto nos são menos simpáticos e fiéis. Se pararmos para pensar em uma lista modesta de amigos nos daremos conta de como eles se comportam diversamente, mas quanto são especiais e únicos. Alguém explicou sabiamente que os amigos formam a família que escolhemos, enquanto os familiares já estão definidos por laços sanguíneos e a gente nem sempre vive em harmonia com estes. Eu, particularmente, aprecio essa definição, embora esteja também muito feliz e agradecida pela minha família original ...Meus irmaos sao otimos amigos tambem!

Para quem gosta de detalhes, o Google aponta um argentino como inventor do Dia do Amigo, adotado por decreto em Buenos Aires e gradualmente difundido em outras partes do mundo. O nosso vizinho sulamericano teria se inspirado na chegada do homem à Lua, em 20 de julho de 1969, "considerando a conquista não somente uma vitória científica, como também uma oportunidade de se fazer amigos em outras partes do universo". Assim, "durante um ano, o argentino divulgou o lema "Meu amigo é meu mestre, meu discípulo e meu companheiro". Aos poucos a data foi sendo adotada em outros países e hoje, em quase todo mundo, o dia 20 de julho é o Dia do Amigo: é quando as pessoas trocam presentes, se abraçam e declaram sua amizade umas às outras”.

Vamos entrar este mês relembrando a alegria, seja aqui na Alemanha ou em qualquer outro canto do mundo, quando encontramos pessoas que imediatamente ingressaram nas nossas vidas e tornaram-se amigas para sempre. Aqueles que nos ofereceram conforto, cumplicidade e a sensação de estarmos protegidos, mesmo tão longe da pátria e dos outros entes queridos. Para mim foram momentos inesquecíveis. Ter e manter amigos, eis a solução! Nossos corações são uma espécie de "geladeira Cônsul" (para quem lembra deste comercial): sempre cabe mais um! Vamos curtir e amar os amigos, independente de estereótipos. Todos são importantes e especiais e embora tenha sido um argentino a inventar essa bela homenagem, foi um grande brasileiro, o gaúcho Mario Quintana, que ofereceu a mais bela definição: „A amizade é o amor que nunca morre“! Feliz vida repleta de amigos pra todos nós!

 


 

Copyright: Claudia Sampaio
Foto: Claudia Sampaio
Reprodução ou tradução: entre em contato com nosso portal.

A divulgação do LINK para este artigo está liberada.

Os temas e opiniões publicados nesta coluna são de responsabilidade da autora, não refletindo necessáriamente a opinião do portal Brasileiros-na-Alemanha.com

 

You have no rights to post comments

Produtos Brasileiros

Top