Nosso website utiliza cookies para tornar a sua visita mais eficiente. Sem eles algumas áreas como menus, blocos ou slideshows não poderão ser exibidas.

Mulher sem orifício?

chicoO BNA quer saber, já que não pode ir lá perguntar ao Chico Buarque... será que ele atenderia? Tongue out Bem... enfim... A polêmica é grande, as especulações, muitas: quem é a mulher sem orifício à qual o autor se refere em sua nova música? Seria uma conotação ao amor platônico? Seria ele um escultor apaixonado por uma estátua?

Ouça a nova música do Chico Buarque (tem a letra abaixo, pra acompanhar) e tire suas próprias conclusões, já que até o momento o autor não se manifestou para explicar a sua composição...

"Hoje topei com alguns conhecidos meus / me dão bom dia cheios de carinho/ dizem pra eu ter muita luz, ficar com Deus/ eles têm pena de eu viver sozinho. Hoje a cidade acordou toda em contramão/ Homens com raiva, buzinas, sirenes, estardalhaço/ De volta a casa na rua/ Recolhi um cão/ Que de hora em hora me arranca um pedaço/ Hoje pensei em ter religião/ De alguma ovelha, talvez, fazer sacrifício/ Por uma estátua ter adoração/ Amar uma mulher/ Sem orifício/ Hoje afinal conheci o amor/ E era o amor uma obscura trama/ Não bato nela, não bato/ Nem com uma flor/ Mas se ela chora/ Desejo me inflama/ Hoje o inimigo feliz veio me espreitar/ Armou tocaia lá na curva do rio/ Trouxe um porrete e um porreta pode me quebrar/ Mas eu não quebro, não/ Porque sou macio, viu?"

 

 

Por: BNA

(Todos os direitos reservados)

You have no rights to post comments

Top